Irlanda do Norte -2º Dia – Manhã

Domingo, dia de São Patrício, o padroeiro da Irlanda. Este é um dia de muitas celebrações por todo o país e Belfast não podia escapar. E era mesmo nesta cidade, Belfast, que nos encontraríamos durante este dia. Tínhamos vários locais planeados para visitar, mas queríamos o fazer com calma, aproveitar o ambiente de festa que se vivia e sentia nas ruas. Em Belfast, ao meio dia e meia iria-se realizar uma parada/procissão em honra a São Patrício. Começaria em frente do edifício do City Hall (câmara municipal) e seguiria por toda a cidade. É um bocadinho como uma mistura entre as marchas populares e o Carnaval em Portugal.

Mas…vamos primeiro ao pequeno-almoço. Como sabem, tínhamos pequeno-almoço incluído com o quarto de hotel. Este foi diferente do que estávamos acostumados (para melhor), porque para além do usual pequeno-almoço continental com os habituais iogurtes, cereais, sumos, queijos, manteiga, croissant, frutas, etc., também tínhamos direito a pedir um prato quente incluído no menu, entre as escolhas estavam panquecas doces ou salgadas, pequeno-almoço inglês, omeletes e algo que eu queria experimentar havia já a algum tempo – os chamados ovos benedict (vejam foto abaixo). Posso garantir que estava tudo delicioso e rodeados  de um ambiente bastante requintado.

20190317_101415
Ovos Benedict no pequeno-almoço no hotel Fitzwilliam

Para esta manhã pensámos começar a nossa descoberta da cidade pelo City Hall (câmara municipal) mas quando lá chegámos, descobrimos que só abriria pela 1 da hora devido a parada de que vos falei acima. Por isso decidimos ir adiantando mais sítios que gostávamos de visitar e mais tarde regressar aqui.

20190317_105601
Loja de souvenirs com adereços para celebrações do dia de São Patrício

O ambiente da cidade era eléctrico e sugeridos pelo o que nos rodeava acabámos por ir a uma loja com souvenirs tipicamente irlandeses e comprámos uns chapéus a condizer com a comemoração. Sentimos-nos ridículos mas só por uns minutos, visto que por todo o lado havia pessoas com os mesmos ou semelhantes adereços. Ainda passámos pela Catedral de St. Anne (Santa Ana) mas como estava a decorrer a missa naquele momento não se podia visitar/ tirar fotografias (o que faz completo sentido) e decidimos voltar para perto do City Hall e esperar pela parada que estava agendada para dali a meia hora, no Donegall Square. Perto da hora do começo encontravam-se naquele local imensas pessoas e a animação era intensa. A para começou e consistiu em bailarinas com diferentes tipos de músicas, carros alegóricos, e acrobatas. Tal como vos disse, uma mistura entre o Carnaval e as marchas populares.

 

Ali estivemos durante cerca de meia hora até a última “exibição” partir. Era assim 1 da tarde e por esta altura abriu o City Hall. A entrada é gratuita e aqui se encontram diversas salas, cada uma contando uma parte da história da cidade de Belfast, desde o passado ao presente. A informação aqui dada é bastante interessante, já que Belfast foi palco de conflitos políticos, levando a violência, desacatos e mortes, durante a segunda metade do século XX, conhecido como o conflito na Irlanda do Norte ou The Troubles em inglês. Se estiverem interessados sobre esta parte da história de Belfast existe um tour gratuita pela cidade explicando exactamente o que se passou, vejam no seguinte link https://www.belfastfreewalkingtour.com/belfast-political-tour

Contudo, o mais impressionante do City Hall é mesmo a imponência do edifício na sua parte exterior, que como para também celebrar com a cidade o dia de São Patrício, se iluminou de verde naquele noite.

Seguindo com a nossa viagem, dirigimos-nos novamente à Catedral de St. Anne. Felizmente já tinha acabado a missa e podemos apreciar a beleza desta igreja à vontade e como tal tirar fotografias. A entrada também aqui é gratuita. A catedral de St. Anne é também conhecida como a Catedral de Belfast. O interessante é que esta igreja é uma igreja protestante que serve duas dioceses, a Connor e a Down and Dromore e por isso é dirigida por dois bispos, um para cada diocese.

_DSC0274
Catedral de St. Anne

A catedral foi construída entre 1899 a 1904 em volta da igreja de Santa Ana que já lá existia. Aqui encontram-se obras de arte maravilhosas, relíquias históricas e mosaicos belíssimos. Dois dos detalhes importantes nesta catedral – um deles o chamado Spire of Hope (Pináculo da Esperança), um pináculo de 40 metros que se eleva do tecto de vidro do telhado da catedral e visível à noite – e a cruz celta que se encontra no altar.

Para mim o ponto alto da nossa viagem na cidade de Belfast estava prestes a acontecer com a nossa visita à prisão Crumlin Road Goal. Da catedral até à prisão fomos apreciando a cidade e ainda visitámos uma igreja que ficava a caminho, a igreja de São Patrício (St. Patrick’s church).

Penso que está na altura de pararmos e de deixar o melhor para o próximo post, para não nos cansarmos muito. Afinal não pode ser tudo contado na mesma altura, apesar de ser difícil fazer uma pausa.

 

Vejam:

Irlanda do Norte

Irlanda do Norte – 1º Dia – Manhã

Irlanda do Norte – 1º Dia – Tarde

Irlanda do Norte -2º Dia – Tarde 

Irlanda do Norte – 2º Dia – Noite 

Irlanda do Norte – 3º Dia

 

 

5 thoughts on “Irlanda do Norte -2º Dia – Manhã

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s