Portugal – Porto

A minha viagem em família ao Porto

Esta viagem foi uma viagem diferente. Normalmente somos só eu e o meu namorado a aventurar-nos nas nossas ideias malucas. Desta vez quisemos levar a família atrás. Ah pois, sim senhor, fui eu e os meus pais, o meu namorado com os pais dele e a irmã. Esta viagem teve que ser muito curtinha e nada de ir muito longe, porque os pais do meu namorado vivem numa aldeia e tem cães, pombos, galinhas, piriquitos, uma gata e até um papagaio. E não só, o problema que não foi por irmos em inícios de Julho em que já está calor. Quem vai regar as couves? E quem vem tratar dos animais? E quem vai cuidar da casa? Mil e uma coisas e foi basicamente uma batalha naval entre o meu namorado e os pais dele para os conseguir convencer a ir. Suponho que eles vivam num mundo em que as prioridades deles são diferentes de muitos e desconhecidas para mais um punhado de gente que não sabe a diferença entre uma cabra e uma ovelha. Ah sim, eu já tive colegas convencidíssimas que estavam perante uma ovelha, mas que afinal era uma cabra. Eu também se não tivesse lá estado não acreditava. Suponho que as viagens de estudo da secundária deviam começar a ser a quintas, porque fazer os problemas de matemática sobre com quantas galinhas fica sem saber o que são galinhas é complicado. Não é afinal de admirar que os resultados do exame de matemática sejam abaixo das expectativas.

Então o que se arranjou foi irmos no sábado de manhã e virmos no domingo a meio da tarde. Decidiu-se que o destino seria o Porto. Eu, como morei a maior parte da minha vida na Amadora não quis destruir as minhas ilusões que esta era a melhor cidade do país e por isso vi muito pouco de Portugal. Mas pronto fui na aventura ao Porto.

Depois de tudo combinado e de se ter marcado uma noite numa casa do Porto através do Airbnb, começámos a planear onde iríamos. Quando somos só nós os dois é uma coisa, nós havemos de desenredar mas com 4 pessoas na casa dos 50 que a única coisa que querem quando vão passear é sentar e comer, a coisa teve que ser vista de uma perspectiva diferente. Depois de ter acabado a minha lista de coisas que queria visitar, o meu namorado disse que nem que tivéssemos lá uma semana conseguíamos fazer o pessoal andar tanto. E pronto, assim teve que se fazer decisões difíceis sobre o que íamos ver (mesmo assim no final não conseguimos ir a tudo).

E assim ficou:

No sábado:

– Mercado do Bolhão

– Café Majestic (não aconteceu)

– Sé do Porto

– Torre dos clérigos

– Livraria Lello

– Jardins do Palácio de Cristal

– Palácio da Bolsa

– Igreja de São Francisco (também não aconteceu)

– Passear pela ribeira

No Domingo:

– Passeio de barco das 6 pontes

– Visita às caves do vinho do Porto

– Almoçar e ir embora


Dia 8 de Julho – Sábado – 1ª Parte

Dia 8 de Julho- Sábado – 2ª Parte

Dia 9 de Julho – Domingo

Portugal – Um bocadinho mais sobre o Porto – Onde comer

Portugal – Um bocadinho mais sobre o Porto – Acomodação

Portugal – Um bocadinho mais sobre o Porto – O que visitar