Stonehenge, New Forest National Park e Milford on Sea

Este é mais um post que inclui locais que podem ser visitados no mesmo dia. Eu e o meu marido fomos a Stonehenge e a New Forest National Park em dias diferentes, mas se estiverem com tempo limitado em Inglaterra ou se quiserem aproveitar um dia inteiro por esta zona de Inglaterra é completamente possível ir a estes três locais. O meu conselho é começarem o dia cedo porque se principalmente estiverem a partir de Londres o trânsito pode-vos atrapalhar a agenda para o dia, até porque o ponto mais perto desta viagem, Stonehenge, ainda fica a duas horas de caminho (a conduzir).

Stonehenge

Vou começar pelo ponto mais perto de Londres e aquele que é talvez um dos sítios mais conhecidos de Inglaterra. Tenho a certeza de que a maior parte de vocês conhece ou já ouviu falar deste misterioso círculo de pedras do pré-histórico. Calcula-se que foi construído por volta de 2500 AC e até aos dias de hoje ainda há muitas dúvidas e controvérsias à volta de Stonehenge – não se sabe quem o construiu, como e com que propósito. Muitos estudos e investigações foram feitos para responder às perguntas que até agora ainda não obtiveram resposta. Sabe-se, no entanto, que neste local se concretizavam enterros. Existem diversas interpretações sobre este local, sendo talvez a mais aceite ou melhor a mais conhecida a da ligação ao sol, relacionado com o facto de Stonehenge estar alinhado com os movimentos do sol, especialmente devido ao alinhamento do sol durante o solstício de verão, um momento que traz bastantes pessoas a este local. Stonehenge é considerado património mundial pela UNESCO desde 2004.

Para visitar o local, podem alugar um carro (se não tiverem) ou juntarem-se às muitas excursões que são existem. Os bilhetes não precisam de ser comprados com muito tempo de antecedência, talvez se for para a altura do solstício, mas se já tiverem os bilhetes quando chegarem o parque de estacionamento será gratuito. O site oficial para Stonehenge e onde podem encontrar toda a informação que precisam é este: https://www.english-heritage.org.uk/visit/places/stonehenge/

Do parque de estacionamento até Stonehenge existe um centro de visitas com café e mais informações sobre o local. Daqui podem apanhar um autocarro que vos leva até Stonehenge ou podem ir a pé (cerca de meia hora). Nós fomos de autocarro porque o tempo não estava fantástico, para terem uma ideia viemos aqui no dia 31 de dezembro e estava um bocadinho frio. Mas vale a pena visitar Stonehenge e certamente que é uma experiência especial estarmos tão perto de Stonehenge se pensarmos que aquele conjunto de pedras contém um mistério que até agora não foi resolvido. Será que alguma vez o será?


New Forest National Park

Descendo mais um bocadinho em direção ao sul de Inglaterra paramos em New Forest National Park. Este parque nacional é bastante especial devido à fauna e flora que aqui vive. Existem vários trilhos neste parque nacional que vos permitirá conhecer esta zona de natureza intacta e observar póneis, veados e outros animais que normalmente menos notamos como borboletas, pássaros e insetos. Efetivamente, neste parque se tiverem sorte e se souberem um pouco sobre o assunto podem ver borboletas de espécies raras. Este parque nacional, como quase muitos em Inglaterra, tem integrado um grande programa de conservação e proteção da paisagem com muito trabalho envolvido para que esta zona seja protegida para os seres que aqui habitam e pelo valor natural que representa não só para esta zona de Inglaterra mas para todo o país.

Podem saber mais sobre o parque nacional New Forest através do site oficial: https://www.newforestnpa.gov.uk/


Milford on Sea

A cidade mais perto e mais conhecida é Bornemouth, no entanto nós estávamos à procura de um local com menos pessoas, mais calmo também porque estava viagem foi realizada entre confinamentos devido ao COVID-19. E foi por isso que depois de vaguear pela bonita floresta de New Forest acabámos por escolher Milford on Sea como último ponto de paragem antes de voltarmos para casa. Parámos junto à praia em Milford on Sea.

Caminhámos pela praia até ao Castelo de Hurst que entra pelo mar adentro. O castelo de Hurst já teve várias funções – foi uma prisão, depois um lugar de defesa durante a guerra napoleónica e depois durante a segunda guerra mundial. De momento o castelo está aberto ao público, no entanto às horas que fomos o castelo já se encontrava encerrado. Para mim estar perto do mar e caminhar na praia é sempre uma experiência atrativa – tendo vivido em Lisboa durante muitos anos e com o mar sempre relativamente perto para mim, o simples facto de puder caminhar na praia e ter contacto com o mar, aquele cheio, aquele azul tem sempre um significado maior, que me dá muito prazer.

O tempo neste dia estava fantástico, um dia quente em abril (acontece raramente) perfeito para passear na praia e para quem for corajoso o suficiente experimentar a água e talvez dar um mergulho. No final, porque claro a fome já apertava acabámos por ir a “The Beach House” em Milford on Sea, um pub com um jardim grande com vista para o mar, um ambiente muito agradável. Um final de dia que não podia ter sido melhor.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s