Genebra – Até aos Banhos de Pâquis

Chegámos a Sábado, e depois de tomarmos o  pequeno-almoço no hotel chegava a altura de explorarmos a cidade. Apesar de puder ser considerada uma cidade grande, os locais que queríamos visitar naquele dia ficavam relativamente perto uns dos outros.

Basílica de Notre-Dame

A basílica ficava a 5 minutos do nosso hotel e foi por essa razão que começámos por aqui. A basílica é a principal igreja Católica em Genebra, um exemplo do estilo Gótico. O seu interior é potente especialmente por se encontrar acompanhado por lindíssimos vitrais.


Até aos Bains de Pâquis

Em seguida, seguimos em direcção do lago Léman, um dos locais mais turísticos da cidade. Mal chegámos perto do rio conseguimos ver de imediato o enorme jacto de água – Jet d’Eau. Este é um dos marcos mais importantes da cidade, sendo uma das fontes mais altas do mundo. A bomba lança 500 litros de água por segundo e atinge a altura máxima de 140 metros. Durante o Inverno, a fonte funciona desde as 10 da manhã até às 4 da tarde, devido às baixas temperaturas que se fazem sentir durante a noite (ponto de congelamento da água). Durante os meses mais quentes está a funcionar desde as 10 da manhã até ao o pôr do sol, que inclui um espectáculo de luzes entre as 10 e as 10 e meia da noite.

Depois das primeiras fotografias desta zona, fomos andando junto ao rio em direcção aos Bains de Pâquis (Banhos de Pâquis). Pelo caminho passámos pelo monumento de Brunswick, um mausoléu erguido a mando do testamento de Carlos II de Brunswick. Em frente, na Rotonde du Mont-Blanc (Rotunda do Monte-Branco) existem várias estátuas, entre elas uma erguida em memória à Imperatriz Elisabeth da Aústria que foi assassinada naquele local enquanto viajava, em segredo, por Genebra em 1898.

É nesta zona que se pode apanhar o barco (de salientar que é gratuito) até à outra margem.

Chegados aos Banhos de Pâquis, fomos até perto de um pequeno farol (Phare de Pâquis) e podem acreditar ou não, nesta zona havia pessoas a nadar. Sim! A nadar em Novembro com temperaturas próprias de Inverno. Pode-vos até parecer estranho mas passado um bocado, ao ver tanta gente na água, começas a ganhar uma vontade estranha de também o fazer. Não chegámos a isso, mas ficámos curiosos por saber teríamos coragem para tal.

One thought on “Genebra – Até aos Banhos de Pâquis

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s