Fim-de-semana no Porto – 3ª Parte

Agora vou falar do nosso último dia desta viagem em família. Na verdade não foi bem o último dia, foi mais a última manhã visto que depois do almoço já estávamos de partida de volta a Tomar. Acordámos meio cedinho que tínhamos viagem de barco marcada. A empresa que tínhamos escolhido chama-se Cenários D’ouro e o cruzeiro chama-se “o cruzeiro das pontes e caves”. Tínhamos marcado para as 10 da manhã e depois do passeio íamos, como não podia faltar, visitar as caves do vinho do porto. As caves que íamos visitar era as Burmester em Vila Nova de Gaia.

O dia amanheceu fresquinho e meio nublado contrastando com o calor que se tinha feito sentir no dia anterior. A partida de barco era, como não podia deixar de ser, na ribeira e era uma viagem de 50 minutos. Foi uma boa experiência ver o Porto e Gaia de uma perspectiva diferente. E aqui prometemos que voltaríamos ao Porto para fazer a descida ao rio douro (que dura 1 dia).

 

Depois da viagem de barco fomos às caves Burmester. Tínhamos a visita marcada para as 11 e 30. Felizmente da ribeira até às caves são só 10 minutos a andar.  Lá foi-nos explicado os diferentes tipos de vinho do Porto, as suas características e o processo pelo qual o vinho do Porto passa desde a apanha da uva até ao engarrafamento. E para finalizar nada melhor como pequeno-almoço dois copinhos de vinho do Porto.  E, assim descobrimos que o vinho do Porto branco é o melhor.

 

_DSC0851

Com isto já passava do meio-dia. O pessoal mais velho já andava todo apressado para se ir embora. Por isso, almoçámos num dos muitos restaurantes na ribeira, que digo-vos a vista podia ser muito bonita sim senhor, mas a comida não valia um chavo. E como se espera daquela zona, também não era propriamente barato. Mas pronto, pelo menos tínhamos a vista.

 

E finalmente lá fomos para casa arrumar as coisas e partir. Como vos disse antes, as mulheres não se calavam que tinha visto tanta coisa boa e não lhes tinha tocado nada (obviamente que estavam a falar dos bolos). Por isso apesar da pressa ser mais que muita ainda tiveram tempo para se sentar numa pastelaria e comer um bolinho. Ai já elas estavam contentes. Não paravam de dizer que iam-se quase embora sem comerem nada. Mas lá mataram o desejo.

20170709_141826

Mas sim, a promessa é de voltar. De ver o que não se viu, de fazer o cruzeiro no rio douro e como não podia deixar de ser, de se comer uma rabanada no Majestic Café.

Post anteriores:

Dia 8 de Julho – Sábado – 1ª Parte

Dia 8 de Julho- Sábado – 2ª Parte

Portugal – Porto

2 thoughts on “Fim-de-semana no Porto – 3ª Parte

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s