Açores – São Miguel (Parte 1)

Quis deixar a ilha de São Miguel para último, não porque não gostámos de visitar a ilha, de maneira alguma, mas porque foi onde passámos mais tempo e por isso queria dar especial atenção à ilha que me fez sonhar acordada, a ilha de São Miguel.

A ilha de São Miguel é a maior ilha do arquipélago dos Açores e aquela que é mais fácil voar desde Portugal (ou de outros países). O aeroporto em Ponta Delgada, São João II foi onde aterrámos depois da nossa primeira aventura no Pico. Mais uma vez alugámos o nosso carro na agência Ilha Verde e depois de nos instalarmos fomos para a cidade de Ponta Delgada. A nossa prioridade era encontrar um sítio rápido para almoçar. Como muitas vezes acontece quando chegamos assim de repente a um sítio desconhecido e está na hora de comer, procurámos o centro comercial mais próximo; desta vez o “O Parque Atlântico” e lá fomos nós para no Burguer King. Para quem conhece as nossas viagens, sabe que isto acontece várias vezes.

Burguer King no Parque Atlântico

O centro comercial fica a cerca de 10-15 minutos do centro da cidade e foi onde sempre estacionámos o carro mesmo quando fomos visitar Ponta Delgada, ficando aqui a dica para quem não gosta de andar à procura de estacionamento.

Para a tarde tínhamos reservado algo que pensámos ser uma experiência excecional – a primeira tentativa de mergulho. Com marcação para o início da tarde com a empresa BEST SPOT AZORES PADI 5* DIVE CENTER (website aqui) lá fomos nós todos contentes. Antes de nos vestirmos a rigor e entrarmos para o barco que nos levaria ao local de mergulho, houve uma “pequena” explicação dos cuidados básicos. A partir deste ponto eu e o meu marido já não estávamos tão certos que isto fosse correr bem. Mesmo assim vestimo-nos e lá fomos para o local ao pé de um recife. Ao contrário do que acontece com quase toda a gente que depois de experimentar mergulho pela primeira vez diz “foi muito fixe”, “aquilo é tão bonito lá em baixo”, “ah tantos peixes” nós fomos diferentes: eu acabei por ter um ataque de claustrofobia por isso desisti e o meu namorado acabou a vomitar dentro do barco. Por isso foi assim a nossa experiência de mergulho – sempre a aprender – e a lição aqui foi “Mergulho Não!”

Depois de esta experiência tudo menos enriquecedora fomos para o hotel. A principal razão da nossa vinda aos Açores tinha sido um voucher que nos deram quando comprámos as alianças, estadia grátis de 5 noites com pequeno-almoço em Portugal. Assim sendo, pensámos que era a desculpa ideal para irmos finalmente aos Açores. A nossa reserva estava marcada com o “Hotel Vale do Navio” em Capelas. Não imaginam a nossa cara de espanto quando chegámos e aquilo era um hotel fantasma. Estava completamente vazio. Ainda não desesperados mas consternados e um bocado preocupados ligámos para o contacto que tínhamos e disseram-nos que realmente o hotel estava fechado e que a nossa reserva tinha sido mudada para um hotel ali perto o “Pedras do Mar Resort & SPA”. Tenho-vos a dizer que isto acabou por ser um upgrade ao nosso hotel – este era um hotel de 5 estrelas bem mais perto do mar. O quarto era fantástico, o bar estupendo, o pequeno-almoço delicioso e a vista soberba. Não vos posso recomendar mais. Nós não nos queríamos vir embora (como podem ver pelo vídeo da nossa vista do nosso quarto e pelas fotografias).

Para acabar o nosso primeiro na ilha de São Miguel em grande fomos jantar ao “Restaurante da Associação Agrícola de São Miguel” (website aqui). Aviso-vos que é extremamente difícil arranjar mesa sem marcação. O restaurante tem duas partes e nós quisemos experimentar ambas, o que fizemos em dias diferentes. No primeiro dia, porque não tínhamos reserva ficámos na parte exterior, a parte de Churrasco (que nós achámos que era a melhor) e a parte interior que é o próprio restaurante. Digo-vos esta foi uma das melhores carninhas que já comi na vida. Não é sem razão que é tão difícil arranjar mesa neste restaurante, no entanto estando nos Açores têm que experimentar o que é um dos mais conhecidos restaurantes da ilha.

3 thoughts on “Açores – São Miguel (Parte 1)

  1. Thanks for sharing this lovely place! Your photographs make me want to book a trip soon, if only we weren’t concerned about the coronavirus!
    Thanks for following our travel blog, Oh, the Places We See. This year, we hope to get out and about more, but I guess we’ll just have to see what happens.

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s