Genebra – Fondue, Cerveja e Bolos

Bolos

Chegava o final da tarde de Sábado. Com a chegada da noite era tempo de nos dedicarmos à comida. Eu desde que conheci o meu marido que ouvi falar tantas vezes dos bolos da Migros, um supermercado onde os meus sogros costumavam comprar o Bolo Floresta Negra e o Mil Folhas quando ainda vivam em Genebra. Como tal, obviamente que estava curiosa em provar tais iguarias, já que me tinham assegurado que estes eram os melhores bolos que tinham comido na vida. Por outro lado, para continuar a expandir a nossa lista de cervejas, também queríamos ver se provávamos cerveja Suiça.

Por sorte mesmo ao pé do nosso hotel, na estação de comboios, havia não só uma Migros como também uma loja com uma grande selecção de bebidas alcoólicas. Ficámos nesta altura a saber que a Migros, mesmo sendo um supermercado, não vende álcool e mesmo nos outros supermercados comuns não é fácil encontrar tais bebidas.

Fomos então à Migros, isto por volta das 5 e meia da tarde para comprar os tais bolos. Só sei que o meu marido até me empurrou para cima de um homem entre a sua correria em direcção aos bolos. E não, não havia só um bolo. Comprámos assim o Mil-Folhas e 2 fatias do Bolo Floresta Negra. Afinal a mim pareceu-me ser demasiado comer em menos de 24 horas dois bolos enormes. E tinha razão, porque mesmo assim ainda se deixou um terço do Mil-Folhas no hotel. Quanto aos bolos, sim são bons confesso, mas não achei que fossem os melhores do mundo. No entanto, a cara de satisfação do meu marido contava uma história diferente. O bolo grande custou cerca de 12 francos e as duas fatias menos de 6 francos. Achei que para o tamanho dos bolos, o preço era bastante em conta.


Cerveja

Comprámos as cervejas na estação de Cornavin, tal como os bolos, numa loja com o nome de “Drinks of the World” (Bebidas do Mundo). Aqui existem muitas, mas muitas variedades de cerveja.

Nós como queríamos experimentar cerveja Suiça comprámos uma garrafa de Quöllfrisch e duas latas de Feldschlösschen. Tínhamos decidido comprar as bebidas nesta loja por estarmos convencidos que não íamos beber nem ao jantar nem sair à noite. Como estávamos enganados.


Jantar – Fondue

Confesso – era eu quem queria experimentar o Fondue. Já tinha ficado desapontada por não o ter experimentado em Paris por isso não queria deixar escapar outra oportunidade. Afinal quem não quer comer queijo derretido?

Pensámos em vários restaurantes onde ir jantar mas estes estavam completamente lotados. Como íamos jantar com alguém que mora em Genebra, acabou por ser essa pessoa a escolher e a marcar o restaurante. Jantámos no Café Vaudois que ficava a 2 minutos do nosso hotel. O ambiente era super descontraído e rústico, o que foi de encontro ao que queríamos depois daquele dia exaustivo. Pedimos o Fondue e para acompanhar acabámos por pedir cerveja. Afinal sempre íamos beber ao jantar. Eu gostei imenso, afinal adoro queijo, mas talvez como era a primeira vez que comia Fondue achei demasiado forte o sabor a álcool. Sim, nesse dia fiquei a saber que o Fondue não é só queijo derretido. É queijo derretido misturado com vinho. Realmente isso apanhou-me de surpresa. Contudo, não pensem que isso me impediu de mergulhar pedaços de pão naquela sopa de queijo.

Se quiserem experimentar um sítio diferente, um dos locais onde tínhamos pensado ir chama-se “Au petit chalet“, pois para além de a comida ser boa tem um ambiente muito acolhedor. A decoração interior representa a de um chalet típico das montanhas. Apesar de com muita pena minha não termos lá ido, das fotografias que vi este parece ser um sítio adorável. E aconselhado por pessoas que vivem em Genebra.

Para acabar o nosso dia, decidimos ir dar uma volta pela cidade. Passámos pela rua de Berne que é onde, pelos vistos, se encontra o Red Light District de Genebra e por várias outras ruas da cidade, todas elas iluminadas com luzes de Natal.

Acabámos na Rue du Marché, a rua mais comercial da cidade, onde se encontram as mais variadas lojas e onde fiquei a saber que as luzes de Natal em forma de flor representavam Edelweiss (Leontopodium alpinum), a flor nacional da Suiça.


La Makhno

Antes de voltarmos ao hotel ainda parámos neste bar, onde aproveitámos a atmosfera descontraída e alternativa. Experimentámos cerveja misturada com licor de laranja. Uma conexão de sabores deveras interessante.

One thought on “Genebra – Fondue, Cerveja e Bolos

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s