Bruges – 1º Dia

A comida era certamente a prioridade neste momento. Dirigimos-nos à praça central (cerca de 10 minutos a andar), a chamada Grote Markt,  onde não só se encontrava o mercado natal principal (porque havia mais do que um na cidade) mas também onde se encontravam alguns restaurantes que a minha colega tinha visto na Internet. Apesar de a fome apertar ninguém poderia ficar indiferente ao cenário pitoresco que nos rodeava. A cidade apesar de não ser muito grande, abraça com forca o espírito natalício e por todo o lado se viam enfeites de natal. No Grote Markt bem olhámos para os restaurantes mas rapidamente nos apercebemos que os preços eram um bocadinho puxados. Não querendo estragar o orçamento logo na primeira refeição acabámos por ir jantar ao Burguer King. Sim, eu sei que isto nos acontece muitas vezes, mas  é um porto seguro nestas ocasiões.

_DSC0068
Grote Markt – Decorações de Natal

Depois de jantados, já bem mais dispostos fomos dar uma volta pelo mercado de natal, afinal era essa a razão de ali estarmos. Existem as tradicionais barraquinhas onde se vendem as mais diversas coisas, umas vendem cachecóis e luvas, outras malas, outras enfeites de natal e outras comida e bebida. Toda aquele amontoado de gente, luzes e som apelava a todos os nossos sentidos de uma forma harmonioso e agradável. Junto ao mercado de natal também estava montado uma pista de gelo para quem quer (experimentar) patinar no gelo. Durante este nosso passeio começámos-nos a aperceber que muita gente estava vestida com trajes próprios para corrida e que se ia juntando cada vez mais gente naquela zona. Curiosos descobrimos que naquela dia se realizava a “Christmas Run” (corrida de natal).Quando chegou a altura do início da corrida já ali se encontrava uma pequena multidão. A festa estava em alta com direito a uma banda ao vivo. A cidade vibrava e nós contentes por pudermos viver este momento.

_DSC0079
Início da Corrida de Natal, Belfort van Brugge à frente e os Provinciall Hof e Historium Brugge à esquerda

Houve tempo para muitas fotografias e de nos maravilharmos com esta zona principal de Bruges onde também se encontra o Belfort van Brugge (o campanário de Bruges), o Provinciaal Hof (o antigo local de encontro do governo) e o Historium Brugge. Nestes monumentos falarei mais à frente. Seguimos para casa e pelo caminho íamos-nos encontrando com os atletas.

20181207_230529.jpg
Nova cerveja belga

Chegando a casa eu e o meu namorado decidimos que ainda havia tempo para irmos beber qualquer coisa. Voltámos a sair e fomos a dois bares que ficavam na rua da casa (para não andar muito). No primeiro bar, se calhar  pode-se chamar mais café do que bar nem nos demorámos muito tempo, visto que só estavam lá duas pessoas contando com o dono e este estava já podre de bêbado. Vejam lá que ele nem conseguia contar as moedas para pagar as nossas bebidas. No segundo bar a coisa estava mais animada, havia bastante gente, o ambiente era muito agradável e conseguimos encontrar um lugar para nos sentar e experimentar mais umas cervejas Belgas. Se quiserem fazer o mesmo que nós, o segundo bar (o que nos recomendamos) chama-se De Kelk (http://www.dekelk.be/) mas existem vários na rua onde ficamos, a Langestraat.

Bruges: 2º Dia -Manhã

Bruges: 2º Dia – Tarde

Bruges: 3º Dia

Post anterior

Bélgica – Bruges

2 thoughts on “Bruges – 1º Dia

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s