Peak District – Bakewell e Monsal Trail

Seguimos com a nossa viagem pelo Peak District. Acordámos em Upper Hulme, mais especificamente no Hen Cloud Cottage. O que achámos então deste sítio?

A noite foi calma, sem barulho, e sem carros vistos que o local é no meio do campo. Na verdade, para aqui chegarmos tivemos que passar por uma estrada estreita, não alcatroada de um só sentido. Nós chegámos um pouco mais tarde do que a hora do check-in e por isso digamos que a maneira como fomos recebidos não foi a mais afável. No entanto, quando já nos encontrávamos no quarto mandaram mensagem a perguntar se tínhamos tudo o que precisávamos. Achei estranho que quando perguntei por recomendações para jantar, a dona da propriedade não soubesse de restaurantes na zona. Mas pelo menos não nos mentiu. Também com uma pesquisa rápida no google rapidamente tratámos do assunto e por isso acabámos no Alberto’s Kitchen, restaurante italiano de que vos falei no último post.

A decoração do quarto era uma mistura entre o rústico e de quem tem 80 anos, vive sozinha e gosta de pendericos. Não que isso nos incomodasse. A parte mais fraca talvez fosse o pequeno-almoço. Quando chegámos ao quarto reparámos numa cesta de verga onde estava o pequeno-almoço para o dia seguinte. Chegou?? Sim, mas talvez se fosse com menos items cheios de açúcar não sentisse um rush de açúcar a correr-me pelas veias às 9 da manhã. Mas para dizer a verdade quando nós começámos realmente a decidir e a marcar os sítios onde ficar já não tínhamos muitas opções. Não é que fosse mau, como disse dormimos bastante bem por isso digamos que o local foi razoável.

Chatsworth House

Primeiro, fomos em direção a Bakewell. A cidade é mais conhecida devido a ser aqui a origem de uma sobremesa bastante conhecida em Inglaterra chamada exatamente de Bakewell. Nos supermercados Bakewell vem em forma de tarte. Provavelmente se já passaram algum tempo em Inglaterra já a devem ter visto e/ou experimentado. No entanto, durante a viagem fiquei a saber que a forma tradicional deste doce é em forma de pudim denso. Eu experimentei-o num dos sítios onde jantámos e descrevê-lo-ia como uma mistura de pudim cremoso com massa de bolo. Não é mau. Definitivamente a forma tradicional foi bastante mais do meu agrado do que as tartes que se vendem nos supermercados. A cidade em si – bastante pitoresca com casas de pedras rodeadas de flores coloridas ou cobertas por folhas verdes. Nós passámos apenas por Bakewell de carro, visto que o nosso destino era a casa Chatsworth. Esta casa, que eu chamaria mais de mansão/museu pertence aos duques de Devonshire. Se visitarem a casa existem imensas obras de arte oponentes desde esculturas egípcias até quadros de Rembrant. Nós não quisemos visitar a casa, mas “apenas” o jardim. Digo apenas entre aspas, porque é um grande jardim. O jardim ou talvez seja melhor chamá-los de jardins estão divididos em diferentes secções, cada uma delas com as suas próprias características. Talvez o mais espantoso é pensar que aquela casa e aqueles jardins pertence só a uma família. A casa Chatsworth é realmente um bom exemplo de como ainda existe uma hierarquia na nobreza com títulos de duques, condes e barões na sociedade inglesa.

Estou aqui a adicionar o vídeo que se encontra no site da Chatsworth House sobre os jardins.

Vídeo pode ser encontrado no site https://www.chatsworth.org/garden/

Se quiserem visitar a casa e os jardins o bilhete são 24 libras. Para apenas visitar os jardins são 14 libras. Sim, o bilhete para visitar os jardins é mais caro do que para visitar apenas a casa.


Monsal Head and Monsal Trail

Para a nossa tarde fomos até Monsal Head. Parámos no parque de estacionamento pago que fica por detrás do Stables Bar. Monsal Head é um dos sítios mais fotografados no Peak District – já que daqui se consegue ver o Viaduto Headstone.

Este viaduto pertence ao trilho de Monsal. O trilho de 8.5 milhas (cerca de 13,5 km) liga Bakewell a Blackwell Mill. Fazer o trilho é complemente gratuito e o caminho é a direito e está em ótimas condições. Este é um dos trilhos que se pode fazer a pé (como nós) ou de bicicleta. Em Blackwell Mill é possível alugar bicicletas que se não estou em erro são 17 libras por adulto.
O mais peculiar e especial deste trilho são os túneis abandonados que eram usados para passagem de comboios. As linhas de comboio foram construídas em 1863 e estiveram ativas durante 100 anos. A maior parte do trilho foi aberta ao público em 1981, mas só em 2011 os quatro túneis que atualmente fazem parte do trilho se tornaram de acesso público devido a razões de segurança. Os túneis são iluminados e cada um tem cerca de 400 metros de comprimento.


Para descansar da caminhada acabámos por parar no Stables Bar em Monsal Head. Aqui foi onde se descobriu a melhor cerveja da viagem – Monsal Gold.


The Miners Arms

Depois de petiscos e bebidas chegava o final da tarde e seguimos para a nossa terceira paragem, desta vez em Eyam – The Miners Arms. The Miners Arms é um pub que também oferece acomodação. O quarto tinha um bom tamanho, limpo e agradável. Também aqui não tivemos problemas com barulho. Felizmente conseguimos uma mesa para jantar, apesar de não termos marcado mesa (e era sexta-feira). Fomos assim um bocadinho mais tarde e conseguiram arranjar-nos uma mesa. A comida era boa, não digo extraordinária, mas com os padrões esperados de comida de pub. Para entrada pedimos Black Pudding (uma espécie de morcela, mas em vez com arroz contém farinha) com chutney de maçã. Para prato principal pedimos frango com molho de queijo azul e cidra de maçã.


Em relação ao pequeno-almoço do dia seguinte foi substancialmente melhor ao da nossa experiência anterior. O pequeno-almoço foi à base do full breakfast inglês. Talvez tenhamos ficados inicialmente chocados quando na mesa ao lado da nossa, a senhora que estava a tomar o pequeno-almoço tivesse descalça, mas sinceramente quem é que nunca encontrou pessoas sem o mínimo sentido de higiene? É que o pequeno-almoço foi servido na sala comum, onde na noite anterior tínhamos jantado. Mas também rapidamente nos passou a surpresa e não foi isso que nos impediu de tomar o pequeno-almoço descansados.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s