Espanha – Patatas Bravas

A receita que escolhemos para experimentar pela primeira vez “patatas bravas” foi a deste site: https://www.spainonafork.com/the-authentic-patatas-bravas-served-in-madrid-spain/

Para a nossa tentativa tivemos que alterar um bocadinho a receita. Infelizmente não consegui encontrar pimentão doce e por isso acabei por usar paprika fumada. Mas aviso que se conseguirem arranjar o pimentão doce para o fazerem, porque realmente no molho faltava um sabor mais adocicado para equilibrar o paladar.


Ingredientes

  • 2 Batatas grandes
  • 200 mL de azeite extra virgem
  • Sal q.b.

Para o molho “brava”

  • 60 mL de azeite extra virgem
  • 2 colheres de sopa de pimentão doce (nós usámos paprika fumada)
  • 1 colheres de sopa de paprika fumada picante
  • 1 colher de sobremesa de farinha maisena
  • 200 mL de caldo de vegetais
  • 1/2 colher de sopa de sal
  • 1/2 colher de sopa de vinagre branco

Preparação

  • Comece por descascar e lavar as batatas. Escorra a água e corte-as em 8 quadradinhos de tamanho igual.
  • Numa frigideira aqueça os 200 mL de azeite e junte as batatas.
  • Mexa de maneira a que todas as batatas estejam cobertas pelo azeite e deixe fritar por cerca de 20 minutos ou até cozinhadas.
  • Retire-as para um prato coberto com papel absorvente e tempere as batatas com sal. Reserve-as.
  • Entretanto para o molho brava comece por aquecer o azeite a lume médio.
  • Quando quente coloque o azeite numa tigela, junte o pimentão doce, a paprika e a farinha maisena. Com a ajuda de uma vara de arames mexa bem até não haver grumos.
  • Coloque a mistura de volta na frigideira, aqueça sempre mexendo e adicione aos poucos o caldo de vegetais.
  • Tempere o molho com sal e junte o vinagre de branco. Misture e quando o molho tiver um aspecto cremoso retire do lume.

Sirva as batatas regadas com o molho.