Bath, Inglaterra

Em tempos de pandemia e não querendo arriscar com voos e cancelamentos desnecessários fomos na nossa viagem de Dezembro a Bath, uma cidade a sudoeste de Inglaterra. Já por várias vezes se tinha mencionado ser um dos locais que queríamos visitar mas nunca se tinha dado a oportunidade. Na verdade, este fim-de-semana prolongado tinha sido marcado para o início de Novembro mas com o confinamento total a acontecer mesmo antes desse fim-de-semana foi alterado para Dezembro. Tanto como o alojamento como a empresa dos banhos termais de que vos falarei mais a frente foram compreensivos com a situação e não … Continue reading Bath, Inglaterra

Ilha das Flores

Umas das coisas mais incríveis de visitar os Açores e de ter oportunidade de conhecer diferentes ilhas é que todas elas têm as suas particularidades – a ilha do Pico a montanha, a ilha de São Miguel as inúmeras flores e a ilha das Flores as cascatas e o verde magnífico. A primeira impressão que tive das Flores é que a paisagem parecia resultado de um filtro de telemóvel onde se aumentava a vivacidade das cores dando ao verde um tom quase surreal. Estivemos nas Flores durante três dias, no entanto, ao segundo dia fomos visitar o Corvo, por isso … Continue reading Ilha das Flores

Açores – Ilha do Corvo

A Ilha do Corvo é a ilha mais pequena de todo o arquipélago dos Açores pertencendo juntamente com a Ilha das Flores ao Grupo Ocidental. Esta ilha tem apenas cerca de 17 Km², com 4 Km de largura e 6,5 Km de comprimento. Para visitar esta ilha a forma mais fácil é partir das ilha das Flores de barco, uma travessia que é feita diariamente pela companhia Atlânticoline e que dura cerca de 35-45 minutos. O que visitámos na ilha do Corvo? O local mais conhecido é certamente o Caldeirão – uma lagoa que foi formada na cratera do vulcão … Continue reading Açores – Ilha do Corvo

Açores – Ilha das Flores (2ª Parte)

Acomodação Vou começar este post pela nossa acomodação – a Casa Atlântida. E vou começar pelas partes positivas – o local é lindíssimo, mesmo junto à praia e com vista para a cascata do Poço do Bacalhau. Não podia pedir melhor. No entanto, nós tivemos que mudar as datas da nossa viagem de Abril para Setembro devido à pandemia e digamos que tivemos sempre dificuldade em entrar em contacto com a Casa Atlântida. Por isso imaginam o nosso “quase” desespero quando chegamos e vemos tudo fechado, ninguém atendia os números de telemóvel e sem conhecer ali ninguém. Para não ficarmos … Continue reading Açores – Ilha das Flores (2ª Parte)